SEO E-commmerce: Como otimizar as páginas de produtos

Ao otimizar páginas de produtos em seu site de comércio eletrônico, você está sempre se esforçando para encontrar o equilíbrio perfeito entre a criação de conteúdo envolvente e a satisfação dos deuses do ranking do Google. Você quer compor descrições exclusivas de produtos na marca, mas se você for criativo demais, eles não serão SEO-friendly.

A realidade é que otimizar páginas de produtos para mecanismos de busca está se tornando cada vez mais difícil. Empresas de comércio eletrônico estão constantemente lutando para encontrar maneiras de se destacar de seus concorrentes. Ao mesmo tempo, muitos varejistas on-line podem oferecer produtos e serviços similares, criando concorrência adicional para resultados de mecanismos de pesquisa de classificação mais alta.

O que é um profissional de marketing de e-commerce inventivo para fazer?

Neste post, estamos adotando uma abordagem holística para a página de produtos SEO. Nosso objetivo é que você desenvolva um entendimento profundo do que seu público quer e como aumentar o tráfego e as conversões na Web em seu e-commerce.

OTIMIZANDO AS PÁGINAS DE PRODUTOS DO SEU SITE DE COMÉRCIO ELETRÔNICO 

Suas páginas de produto são uma parte crítica da equação quando se trata de alcançar uma presença de varejo online bem-sucedida. Habilitar o SEO para o seu site de comércio eletrônico oferece uma oportunidade de aumentar sua presença on-line, aumentando a receita ao mesmo tempo.

A boa notícia é que você não precisa ser um especialista em SEO para começar a causar impacto. Tudo que você precisa para começar é a vontade de aprender e uma boa dose de paciência enquanto testa suas novas iniciativas de SEO.

1. Conheça o seu mercado

No eCommerce, a concorrência on-line é muito acirrada para você simplesmente fazer suposições sobre seu público. Dedique o tempo necessário à sua pesquisa de mercado e isso estabelecerá a base para uma estratégia de SEO vencedora.

Primeiramente, otimizar suas páginas de produtos não começa necessariamente com palavras-chave. O processo começa desenvolvendo uma compreensão do seu público-alvo e identificando os benefícios exclusivos que seus produtos têm a oferecer.

Você não saberá quais termos de pesquisa deseja otimizar até saber o que seus clientes em potencial estão pesquisando. Além disso, entender o que seus clientes querem permite gerar conteúdo atraente e direcionado que, por sua vez, os motiva a fazer compras.

 

Para entender melhor seu segmento de mercado, faça as seguintes perguntas:

  • Que problema (s) seus clientes estão tentando resolver?
  • Quais soluções passadas (ou não) funcionaram para elas?
  • Onde seus clientes estão procurando soluções?
  • Quais termos eles estão usando para procurar soluções?
  • Como o seu produto resolve sua necessidade ou necessidade específica?
  • O que o torna melhor que as soluções do seu concorrente?
  • Qual foi o (s) fator (es) decisivo (s) que fez os clientes escolherem seu produto?
  • Que coisas positivas os clientes antigos e atuais disseram sobre o seu produto?

Depois de responder a essas perguntas, você estará preparado para pesquisar palavras-chave de SEO relevantes para seu público. Essas palavras-chave podem ser inseridas em seu conteúdo, destacando os benefícios específicos do produto que o público-alvo está pesquisando.

Por exemplo, sua empresa vende suprimentos para festas por atacado e você aprende que clientes em potencial estão buscando preços mais baixos e entregas mais rápidas, coisas que seus concorrentes não oferecem.

Em vez de uma declaração generalizada como “Temos o material mais legal do mercado!”, Uma abordagem melhor seria “Compre suprimentos de festa por atacado pela metade do preço de outras lojas de suprimentos” ou “Entrega rápida em suprimentos para festas, não importa o tamanho do seu pedido ”.

Identificar e abordar as necessidades específicas do cliente no conteúdo da sua página também se aplica ao seu desenvolvimento de palavras-chave. Em vez de uma palavra-chave como “material de festa”, use palavras-chave focadas como “suprimentos de festa por atacado acessíveis” ou “suprimentos de festa por atacado com preço acessível”.

2. Conduza pesquisas de palavras-chave

O sucesso de seus esforços de SEO dependerá, em grande parte, de quais termos ou palavras-chave você escolher para segmentar. Alguns proprietários de sites de comércio eletrônico cometem o erro de segmentar apenas palavras-chave óbvias e de cauda curta associadas a seus produtos, como “suprimentos para festas” ou “favores por atacado”.

Se você realizou uma pesquisa de mercado completa, pode descobrir que esses não são os melhores termos para implementar. Você pode confirmar a força de uma palavra-chave usando SEO ferramentas de pesquisa de palavra-chave como SEMRush ou Ahrefs que mostram o volume de pesquisa para termos específicos. 

Essas ferramentas revelarão quantos usuários estão procurando por um determinado termo, bem como a concorrência sobre seu uso. Idealmente, você quer filmar termos-alvo com alto volume de pesquisas e média a baixa concorrência.

Como encontrar as melhores palavras-chave para suas páginas de produtos

Seu principal objetivo aqui é colocar seu produto diante dos olhos de seus clientes em potencial. Para conseguir isso, você precisará primeiro entrar em suas cabeças, determinar o que eles estão procurando e aplicar o que você encontrar para criar conteúdo que chama a atenção.

Encontrar os termos certos para segmentar em uma página de produto exige que você conduza uma pesquisa de palavras-chave para cada produto. Usando a ferramenta de palavras-chave SEO escolhida, pesquise um termo óbvio associado ao seu produto, como “vestido longo azul” ou “vestido de noiva branco”. Você pode experimentar algumas combinações diferentes para ver quais funcionam melhor.

A ferramenta de palavras-chave gerará uma lista de termos relacionados ao produto que você oferece. Selecione os termos que melhor correspondam ao que seu público-alvo usaria para realizar uma pesquisa por seu produto.

Por fim, faça uma pesquisa rápida no Google sobre seus termos de segmentação e veja os resultados. Como outros sites de varejo estão falando sobre esses produtos? Que outros termos eles estão usando? Esses termos poderiam ser usados ​​para as páginas do seu próprio produto?

Uma nota sobre a marca: não se esqueça de que a marca do produto pode ter um papel importante aqui. Se os usuários estiverem digitando o nome da sua marca – ou o nome da marca do produto – em suas pesquisas, não evite incluir essas palavras-chave em sua estratégia de SEO.

3. Siga as Melhores Práticas de SEO do eCommerce

Depois de estabelecer quais palavras-chave fazem sentido para as páginas de produtos, é hora de começar a incorporá-las à sua página. As práticas recomendadas de SEO a seguir ajudarão você a compor conteúdo atraente e rico em palavras-chave sem exagerar nos termos de pesquisa.  

Tags de título e descrições de meta

A tag de título da sua página de produto e a descrição meta devem conter, cada uma, a palavra-chave primária, preferencialmente perto do começo da frase. É o que aparece nos mecanismos de busca como uma espécie de “preview” do conteúdo da página.

O Google rastreia as tags de título e as meta descrições, por isso, ter a palavra-chave de foco presente em cada uma delas é um fator de classificação importante. Além disso, você deseja tornar esses elementos legíveis e envolventes, para que os consumidores estejam dispostos a clicar neles.

Link Interno

Incluir links internos para outras páginas do seu site incentiva os usuários a explorar seu site ainda mais. Quanto mais visitantes estiverem engajados, maior a probabilidade de eles efetuarem uma compra. Os links internos também facilitam o rastreamento do seu site por bots de mecanismo de pesquisa, o que pode ajudar a aumentar sua classificação de SEO.

Incluir cabeçalhos descritivos

Garantir que sua página seja preenchida com conteúdo exclusivo e envolvente é um componente central de uma campanha de SEO bem-sucedida. Embora as páginas do seu produto possam oferecer espaço limitado para o conteúdo, aproveite ao máximo o que você tem disponível.

Não é suficiente simplesmente descrever o que o produto faz. Você deseja incluir pontos de informações, como benefícios, especificações e recursos. Inclua títulos e descrições contendo palavras-chave relevantes sempre que possível para reforçar sua mensagem.

Nunca copie uma descrição de outro site ou da página original do produto. Você quer que seu conteúdo seja o mais exclusivo possível para seu público-alvo. Se você achar difícil escrever, recomendamos contratar um copywriter profissional com experiência no conteúdo da página do produto.

Use Rich Snippets.

Os rich snippets permitem que os mecanismos de pesquisa entendam quais informações estão contidas em cada uma de suas páginas da web. Por sua vez, isso ajuda suas descrições de produtos a obter um resultado mais alto nos mecanismos de pesquisa, além de aumentar as taxas de cliques. Você pode encontrar uma grande variedade de opções no Schema.org com as opções populares de rich snippets para comentários, preços e disponibilidade de produtos.

Se você não estiver familiarizado com rich snippets, um desenvolvedor da Web ou um especialista em SEO poderá ajudá-lo a escolher e ativar as escolhas mais eficazes para as páginas de seus produtos.

Adicionar texto alternativo à imagem

Toda imagem em uma página de produto deve incluir texto ALT de imagem otimizada que descreva a imagem para usuários de e-reader. O Google agora penaliza sites que não possuem texto ALT habilitado ou são inacessíveis para usuários com deficiências.

Idealmente, o texto ALT deve ser breve, faz sentido e é descritivo, tudo ao mesmo tempo. Por exemplo, “pás de ouro quebrando a terra em um canteiro de obras” ou “Um homem idoso plantando plantas no quintal”. O texto alternativo também pode representar uma boa oportunidade para adicionar uma palavra-chave se ela for relevante para a imagem.

Para obter mais informações sobre as práticas recomendadas de SEO para sua loja de comércio eletrônico, confira esta postagem no blog do Magento.

4. Adicionar imagens e vídeo

Imagens e vídeos têm a oportunidade de se classificar nos resultados da pesquisa, portanto, tê-los pode ajudar a melhorar seu SEO geral. A mídia visual de qualidade capta a atenção dos clientes e comunica a eles o valor de seus produtos de todas as novas perspectivas. O mesmo pode ser dito para tutoriais de produtos que oferecem uma experiência de produto visualmente imersiva.

No geral, vale a pena investir em imagens e vídeos de alta qualidade, pois eles aumentarão significativamente o nível de envolvimento do cliente nas páginas de seus produtos.

5. Otimize as chamadas à ação

Os calls-to-action (CTAs) não devem ser uma reflexão tardia, pois são sua última tentativa real de conseguir que os usuários comprem. É por isso que os CTAs que você usa devem ser hiper-focados nas necessidades do usuário e nas ações específicas que você quer que eles realizem.

Desafie sua imaginação e seja um pouco mais criativo do que simplesmente dizer aos clientes para “Compre agora” ou “Inscreva-se”. Algumas ideias incluem “Verificar tamanho”, “Verificar preços em massa”, “Agendar uma consulta gratuita”, “Comprar [produto] aqui” e “Inscrever-se nesta oferta exclusiva”. 

6. Desempenho do Teste

SEO não é simplesmente uma iniciativa de definir e esquecer. Você precisa verificar continuamente sua análise de comércio eletrônico para ver o que está funcionando e o que não está. Seu objetivo é desenvolver uma estratégia de SEO suportada por dados que evolua com o tempo.

Você pode dividir testando títulos de produtos diferentes e direcionar o tráfego para ambos para ver qual deles tem a maior taxa de conversão. Veja o Google Analytics para ver quais de suas páginas estão obtendo mais tráfego e conversões.

Você também pode conduzir uma pesquisa de concorrentes para ver quais palavras-chave estão classificando outros sites de comércio eletrônico em seu nicho e ver se eles fazem sentido para o seu site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.